December 6, 2012

3ª edição de Arte Móvel | Quadros de Bolso


3ª EDIÇÃO ARTE MÓVEL | QUADROS DE BOLSO 2012

Para fechar o ano de 2012, o Espaço João Pedro Rodrigues tem o prazer de o (a) convidar para a inauguração da 3ª edição de Arte Móvel | Quadros de Bolso na galeria deste espaço, na próxima sexta-feira dia 07 de Dezembro pelas 21h30.

22h00 - recital de canto com o Contratenor Luís Miguel Fontes acompanhado de uma projecção de video criada para este evento, pelo artista plástico JAS.
23h00 - Sorteio das obras para os artistas participantes.
 
ARTISTAS CONVIDADOS
Alexandra Pires, Ana Almeida Pinto, Ana Romero, António Pizzaro, Augusto Canedo, Carla Faro Barros, Carlos dos Reis, Clara Afonso, Délia de Carvalho, Duarte Vitória, Esgar Acelerado, Filipe Rodrigues, Filomena Almeida, Graça Martins, Inês Osório, Isabel de Sá, Isabel Lhano, Isabel Ferreira Alves, Isabel Mourão, JAS, Joana Rego, João Noutel, João Pedro Rodrigues, Jorge Ramos, José Rosinhas, Luísa Gonçalves, Moreira Monteiro, Manuela Campos, Manuela Pimentel, Marco Costa, Marco António Macedo, Martinho Dias, Nettie Burnett, Nuno Raminhos, Pepe Garcia, Renato Roque, Rosa Pereira, Rui Vitorino Santos, Rui Effe, Sónia Carvalho, Teresa Carneiro, Teresa Carrington, Tiago Cruzeiro Reis, Vítor Espalda

Exposição patente até dia 22 de Janeiro de 2013 na Galeria João Pedro Rodrigues, no Porto

September 22, 2012

Guimarães noc noc


Depois do sucesso e adesão do ano passado, e em ano de Capital da Cultura, o Guimarães noc noc volta a invadir as ruas da cidade nos dias 5, 6 e 7 de outubro.
Este ano o evento cresce em participação e promete voltar a conquistar a cidade. Mais de 500 artistas e 320 projetos, em cerca de 70 espaços, farão parte da programação deste evento. Casas particulares, rua, associações, espaços que se abrem primeira vez, ou que nunca foram mostrados ao público, farão parte do roteiro circunscrito ao centro da cidade de Guimarães e estarão ocupados por vídeos, artes plásticas, performances, música, instalações, fotografia, poesia, teatro, etc.
(...)

June 27, 2012

Obra'Casa


O Obra’Casa – a última iniciativa antes do Guimarães noc noc 2012 vai ser obra. A Associação Ó da casa apresenta uma mostra artística colectiva.

A casa no Largo 25 de Abril, ao lado da Caixa Geral de Depósitos no Toural, vai ser ocupada por obras de diversos artistas vimaranenses:
António Vieira, Délia de Carvalho, Isabel Ferreira Alves, Jorge Matos, José Caldeira, Miguel Oliveira, Nuno Vieira, Pedro Bastos, Pedro Ferreira, Pepe Garcia, Phillippe Santos, Rui Cunha.

O espaço terá programação própria no período em que vai estar “ocupado”:

28/6 . 23h Anja Calas (performance)

30/6 . 23h Pedro Jesus (performance poética)

4/7 . 22h Jorge Castelar, Eduardo Brito, Francisco Brito, João Rosmaninho (performance “Uma estratégia para Guimarães”)

5/7 . 22h Quatro Cantos Redondos (música)

6/7 . 18h30 Maria João Lopes (apresentação do livro infantil “O Gatuno e o Extraterrestre Trombudo”)

6/7 . 22h30 Jorge Castelar (performance poética, seguida de DJ Set)

mais informação em  http://www.guimaraesnocnoc.com/


April 26, 2012

Collage / Assemblage Centennial 1912-2012

(Translation, subtitle)
“I feel smothered.
I wish I had a career,
be able to have friends,
speak of other subjects, and experience a sheer sensation of relieve as I get home,
after an overwhelming day of work.” explains
Diana, age 37.

series: traditional tales
title: feminine tale
collage
10,5cm x 15,5cm
2011

Collage / Assemblage Centennial 1912 - 2012
Ontological
Museum - Colorado, U.S.A.

Reinterpretação de um postal dos anos 50 e de um pedaço de revista do quotidiano do ano de 2011. A leitura é feita por um sujeito, em 2011, nascido em Portugal nos anos 70. Uma leitura do simbólico dos dois tempos e dos dois espaços, com as palavras e vivências infinitas que se nos / vos apresentam. Então como agora.

I make a reinterpretation of a postcard from the 50’s and from a daily life magazine from 2011. The reading is made by a subject in 2011, born in the 1970’s Portugal. An interpretation of the symbolic from the two moments in time as well as from the two spaces, represented here with the presence of words and the infinite array of daily experiences* wish continue to present themselves to us. Then as now.

February 22, 2012

February 15, 2012

from portugal, with love

portugal
collage
2012

still life



still life
collage
2012

summer house


summer house
collage
2012

my castle

my castle
mixed media on paper
2011

do universo



do universo | of the universe
técnica mista s/ papel | mixed media on paper
2004

of the universe II

February 10, 2012

uma verdade evidente

‘Tenho a certeza, Lucílio, que é para ti uma verdade evidente que ninguém pode alcançar uma vida, já não digo feliz, mas nem sequer aceitável, sem praticar o estudo da filosofia; além disso, uma vida feliz é produto de uma sabedoria totalmente realizada, ao passo que para ter uma vida aceitável basta a iniciação filosófica. Uma verdade evidente, todavia, deve ser confirmada e interiorizada bem no íntimo através da meditação quotidiana: é mais trabalhoso, de facto, manter firmes os nossos propósitos do que fazer propósitos honestos. É imprescindível persistir, é preciso robustecer num esforço permanente as nossas ideias, se queremos que se transforme em sabedoria o que apenas era boa vontade.’
in Cartas a Lucílio, Lúcio Aneu Séneca, 2.ª Edição, Fundação Calouste Gulbenkian, 2004

January 30, 2012

tales from the stone


series: traditional tales
title: tales from the stone
Collage
2012


Detail

January 6, 2012

o mocho


série: tanto tempo de cinza | so long of ash
título: o mocho | the owl
técnica mista s/ papel
2003-2010

December 10, 2011

MAGA


MAGA – Mostra de Artes Visuais realiza-se nas Caldas da Rainha, entre 8 e 18 de Dezembro. Trata-se de um conjunto de eventos centrados na Ilustração, mas que também abarca outras disciplinas visuais e não visuais.
'o mocho' da série 'tanto tempo de cinza' - Isabel Ferreira Alves

O colectivo Ó da casa! está no MAGA com pintura, projecções, desenho de papel, fotografia.
A convite do Atelier Arte e Expressão estão patentes trabalhos de Délia de Carvalho, Isabel Ferreira Alves, Luís Pedro de Castro, Pedro Ferreira, Jorge Matos, Paulo Barros, Miguel Oliveira, Jorge Castelar e Ricardo Leite. 
A edição deste ano do MAGA conta também com a publicação de fanzines, realização de trabalhos de arte pública e ainda diversos concertos e performances.

December 8, 2011

The European Art Tour 2020

serie 'of the island' - the kidnapping of the nun III

The 2020 European Art Tour is a European project focused on art promotion and culture management development, for new talented professionals. This project will be carried out as a travelling tour around all Europe, where new artists will show their work through thedeveloping of a unique project in each city .
The goal is to have visited all European countries by the year 2020,by covering the Equator equivalent distance: 40.075.004 km .

At the beginning...
Exposición abierta en horario de 17h a 22h desde el 9 de diciembre hasta el 21 de enero en el Pazo de Mos - Pontevedra.

na sintonia


Na sintonia da única primeira vez de sempre, com António Ramos Rosa.
Within the syntony of the one  first time ever, with António Ramos Rosa.

na sintonia da única primeira vez de sempre

within the syntony of the one  first time ever

November 2, 2011

o rapto da freira


série: das ilhas | series: of the island
título: o rapto da freira I | title: the kidnapping of the nun I
técnica mista s/ papel | mixed media on paper
13 x 29,5cm
2010

A partir da obra literária “Mau tempo no Canal” de Vitorino Nemésio (1901-1978).

O amor não queria confissões explicadas no vão de uma janela, nem alegorias literárias de um querer-bem concebido como matéria de um mito, ligado à rocha das ilhas e às noites de mau tempo no Canal. Assim perdera o segredo daquela ocasião de uma valsa (…). Foi trabalhando nele um pensamento preciso, numa substância dura como se não fosse uma frase: “O amor de um mito é puro mito”. in Mau Tempo no Canal

From the literary work Stormy Isles: an Azorean tale - Vitorino Nemesio.

Love did not want explained confessions at the span of some window, nor literary allegories of a wishing well conceived as the matter of a myth, linked to the rocks of the islands and to the nights of ill weather at the Channel. Thus had been lost the secret of that one chance for a waltz (…). A precise thought then became building within him, into a hard substance, as if it was not a sentence at all: “A myth’s love is pure myth”.
Vitorino Nemesio in Stormy Isles: an Azorean tale (Mau Tempo no Canal)

Vitorino Nemésio (1901-1978)